Menu Horizontal

01 dezembro 2015

Resenha: Talvez um Dia - Colleen Hoover

  Ai meu Deeeeus! A Editora Galera lançou esse livro maravilhoso aqui no Brasil! Não creio T.T
  Aqui está mais um livro maravilhoso da diva rainha Colleen Hoover:
OBS: Resenha escrita baseada na versão original, Maybe Someday.


[CAPA] Talvez Um Dia
Sinopse:
  Aos 22 anos de idade, Sydney tem uma ótima vida: esta na faculdade, tem um emprego fixo, está apaixonada por seu maravilhoso namorado, Hunter, e morando com sua melhor amiga, Tori. Mas tudo muda quando ela descobre que Hunter está traindo ela — e ela é forçada a decidir o que fazer em seguida.
  Logo Sydney se acha cativada pelo seu misterioso e atraente vizinho, Ridge. Ela não consegue tirar os olhos dele ou parar de escutar o modo apaixonado que com que ele toca guitarra toda noite na varanda. E tem algo na Sydney que Ridge também não pode ignorar. Eles logo se acham dependendo um do outro de várias maneiras.
  Uma estória apaixonante sobre amizade, traição e romance, Maybe Someday vai imergir os leitores no mundo tumultuoso de Sidney desde a primeira página.


Nota: 4,5 estrelas.
Páginas: 385 páginas.
Título Original:  Maybe Someday.
Série: Maybe Someday, #1.
Editora Galera

  Vocês que acompanham o Blog sabem que a quantidade de resenhas de livros da Colleen Hoover é meio absurda e elas são sempre elogiosas. Mas o que eu posso fazer se essa mulher é tão Diva?
  Mesmo fazendo meses que a li, ainda estou apaixonada por essa estória. Ela é tão cheia de elementos especais que a fazem tão única que é impossível esquecer como você se sentiu ao terminar esse livro, mesmo que os detalhes comecem a ir embora.
  Então, vou contar um pouco do comecinho do livro - sem grandes spoilers, prometo ;)
  A vida de Sydney vai bem. Namorado, amiga, emprego, faculdade e até um lindo vizinho que "toca pra ela" todas as noites. Isso até ela descobrir que Hunter vinha traindo ela com sua melhor amiga já há algum tempo. Traída por duas das pessoas em quem mais confiava, ela tem que sair do apartamento que dividia com a ex-bff (porque não dá pra viver nessas condições, né. Imagina as conversas no café da manhã...Mó climão) e, com malas em mão, no meio da chuva, não tem pra onde ir. Até que um estranho que ela já parecia conhecer há tempos aparece pra ajuda-la.
  Ridge reparou na bela moça que por "coincidência" (tô usando aspas pra cacete hoje, hein) sempre aparece na varanda de frente pra sua na hora do seu ensaio noturno. Ele também reparou nas atividades em que Hunter e Tori vinham fazendo pelas costas de sua espectadora favorita. Por isso não foi surpresa quando ele a encontrou de malas feitas na rua. Já com dois colegas dividindo seu apartamento - Warren e Bridgette - ele pensou que talvez mais uma não fizesse diferença. E é assim que o destino junta esses dois.
 
  Sabe o que esse livro é? Uma estória de amor de primeira qualidade e eu vou dizer procês porque:
  Os personagens são MARAVILHOSOS demais. Sydney é uma linda. Amei a forma como ela lida com tudo que tem acontecido na vida dela e eu admiro demais essa personagem. E o Ridge...



  Ele é tão perfeito. Independente apesar das circunstâncias, forte, com uma mente brilhante e apaixonante. Amo a paixão dele pela música e sua dedicação à ela. Amo o jeito como ele é responsável e ...Como ele é engraçado, protetor e um ótimo amigo. Eu casava. Além disso, temos outras duas pessoas maravilhosas: Warren e Bridgett. Warren é aquele amigo engraçadíssimo e sem noção que todos nós temos. O livro não seria tão bom sem ele, com certeza. As peças que ele e Ridge pregam um no outro são hilárias e eu PRECISO fazer uma dessas em alguém algum dia (Gabi, fica esperta ;). Warren deu leveza à estória e nos mostrou o que é companheirismo de verdade. Cativante. Bridgett é doida, mas igualmente essencial. De personalidade forte e bocuda, ela deu uma animada na estória. Amo demais cada um deles.

i love you excitedc

  Quanto ao desenvolvimento do romance: foi tudo no tempo certo, sabe. Sydney está se recuperando da traição e Ridge... Haha, não vou contar. Você vai ter que descobrir sozinho. Mas, mesmo se sentindo atraídos um pelo outro desde o começo, são várias páginas até ele poderem fazer algo sobre isso. Enquanto isso eles vão se conhecendo, se ajudando e se tornando próximo. Eles vão se apaixonando e você simplesmente vai junto.

“I want to be your end, but you gotta let it begin.” 


  Além disso, tem um triângulo amoroso bem diferente do que você está acostumado. E é de partir o coração.



“Eu aprendi que não podemos dizer ao coração quem e como amar. O coração faz o que diabos quer fazer. A única coisa que podemos controlar é se daremos a nossas vidas e mentes a oportunidade de acompanha-lo."


  A CoHo sempre coloca alguma coisa pra ser a cerejinha do bolo nos seus livros. Aqui, ela usou a música. E ficou muito bom. Essa foi a maneira como os protagonistas tiveram seu primeiro contato e é super importante no desenvolvimento da relação deles. As letras que a Colleen colocou como escritas pelos protagonistas foram uma maneira incrível de nos mostras seus sentimentos e eu amei a forma como essa paixão em comum os conecta. **
  E por fim, o modo como a Colleen abre seus olhos pra algumas coisas. Ela te leva numa viagem que muda sua perspectiva, que te faz entender que nem sempre é tudo tão preto no branco quando se trata do amor. Que seu coração talvez não pertença à um único alguém, e tudo bem. Que isso tudo é difícil, machuca e nem sempre acaba bem. Mas tudo bem também. Porque isso é a vida, nada é perfeito e merdas acontecem. Mas tudo isso vale a pena. #filosofei
  Lindo, emocionante e mais um livro que você PRECISA ler.
  Aqui estão mais alguns da Colleen que também são maravilhosos, cada um a sua maneira, mas igualmente únicos e apaixonantes:

Um Caso PerdidoMétrica

** Como música é o tempero especial aqui, vou deixar pra você o link da intepretação das músicas  no livro que Griffin fez <3: Maybe Someday e I'm in Trouble


  Um pedacinho da letra de Maybe Someday pra vocês. Escondi porque acho legal ver/ouvir a música durante o desenrolar do livro mesmo. Mais emocionante. Mas aqui está para os curiosos de plantão (pra ler é só selecionar com o mouse):

“Hurts to see you everyday
Cupid shuts his eyes and shot me twice
Smell your perfume on my bed
Thoughts of you invade my head
Truths are written, never said
And if I can't be yours now
I'll wait here on this ground
Till you come, till you take me away
Maybe someday
Maybe someday”

  Luv u, bitches!
  XOXO

4 comentários :

  1. Olá :)
    Tenho muita vontade de ler o livro, mas meu inglês é muito mediano hahahaha
    O livro parece ser tudo! Traição do namorado com a melhor amiga! Deve ser horrível mesmo!
    Adorei a resenha!

    Beijão,
    http://livrosentretenimento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi oi! Colleen Hoover é tudo <3. Fico feliz que tenha gostado da resenha. Quanto à livro em inglês: Maybe Someday (ou qualquer outro livro da autora) são ótimos pra iniciantes. Acho que vale a pena tentar ;)
      Beijoss

      Excluir
  2. Eu li! E adorei *--* a Colleen já tinha me conquistado com Um Caso Perdido e Maybe Someday é tão bom quanto ;)
    Bjs, Juh^^

    naosepreocupecomisso.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Juh!
      Não é maravilhoso? Amo de paixão essa mulher
      Beijos

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...