Menu Horizontal

11 agosto 2015

Resenha: Entre o Agora e o Nunca - J. A. Redmerski


Sinopse: Camryn Bennett é uma jovem de 20 anos que desistiu do amor desde que Ian, seu namorado, morreu num acidente de carro há um ano. Sua melhor amiga, Natalie, é a única capaz de animá-la. Mas a relação entre as duas fica abalada quando o namorado de Nat revela à Camryn que está apaixonado por ela. Perdida, sem saber o que fazer, Camryn vai para rodoviária e pega o primeiro ônibus interestadual, sem se importar com o destino.
Com uma carteira, um celular e uma pequena bolsa com alguns itens indispensáveis, Camryn embarca para Idaho. Mas o que ela não esperava era conhecer Andrew Parrish, um jovem sedutor e misterioso, a caminho para visitar o pai, que está morrendo de câncer. Andrew se aproxima da companheira de viagem, primeiro para protegê-la, mas logo uma conexão irresistível se forma entre os dois.
Camryn tenta lutar contra o sentimento, já que jurou nunca mais se apaixonar desde a morte de Ian. Andrew também tenta resistir, motivado pelos próprios segredos. Narrado em capítulos que alternam as vozes de Andrew e Camryn, Entre O Agora e O Nunca é uma história de amor e sexo, na qual os personagens testam seus limites, exploram seus desejos e buscam o caminho que os levará à felicidade.


Nota: 3,5 estrelas.
Páginas: 359 páginas.
Autor(a): J. A. redmerski (autora também de A Morte de Sarai)
Série: Entre o Agora e o Nunca, #1.
Título Original: The Edge of Never.
Editora Suma de Letras.

  Depois do acidente que matou o garoto que amava, Camryn não foi mais a mesma. Ela se tornou uma pessoa fria, deixou de perseguir seus sonhos e se sentia vazia. Sua única companheira era Natalie, amiga de mais de uma década. Mas quando o namorado dela se declara pra Cam, Natalie abandona a melhor amiga. Chateada com a perda de outra pessoa importante em sua vida, Cam pega um ônibus para primeira cidade que passa pela cabeça sem qualquer plano ou expectativa. Até que encontra Andrew. Esse homem lindo então se dedicará a ensinar a Cam a beleza do inesperado. Da vida.
  Esse é um livro que venho namorando a um tempinho. Já tinha lido A Morte de Sarai (resenha aqui) da mesma autora e me surpreendi com o jeito como ela conta suas estória: com um enredo original como plano de fundo e com personagens verossímeis que em nós gera uma empatia quase instantânea. Embora não possa dizer que Redmerski tenha mantido esses elemento em Entre o Agora e o Nunca, sua estória foi sim capaz de evocar emoções em nós leitores.

other animated GIF

  Primeiramente, esse livro me divertiu muito. Com ele o tempo voou e dei boas risadas. Achei incrível o modo como a relação de Camryn e Andrew se desenvolveu: cheia de provocações e flerte quase inofensivos, além de desafios absurdos.
  Segundo, ela me fez querer colocar o pé na estrada. Uma vontade de conhecer tudo sobre o que já ouvi falar mas nunca vi com esses olhinhos. Vemos o quanto essa viagem mexe com a Cam e com o Andrew, o quanto eles descobrem sobre si mesmos quando tem horas à frente com nada a fazer a não ser pensar. E o quanto descobrem um sobre o outro quando ficam confinadas na estrada com ninguém mais de companhia. Um ponto mais que positivo do livro foi o crescimento da relação dessas duas pessoas perdidas. Como as horas de conversas os conecta. Como a relação deles se constrói de confiança e amizade.
  A química ente eles também é incrível. O modo como se desafiam e cuidam um do outro. Dos absurdo que passam juntos e das risadas que dividem. Essa química combinada ao ótimo ritmo em que se desenvolveu o relacionamento deles faz com que seja impossível não torcer por esse casal.
  No meio da viagem deles, confesso, me entediei um pouco. o livro estava parado. Nenhuma super notícia, nenhuma desgraça, tudo mais ou menos... Até que já no fim do livro, faltando não mais que 30 páginas...

boom animated GIF

Tudo trankas, de boa na lagoa...

boom animated GIF

 Drama, baby! E eu chorei, viu. Mas acho que a autora poderia ter explorado melhor essa parte do livro. Os fatos se desenvolveram rápido demais nessas páginas finais e eu fiquei meio WTF aqui ou ali. Com um desenvolvimento melhor, acredito que essa parte poderia ter uma maior carga emocional do que teve. Mas mesmo assim, eu chorei.
  Críticas a parte, fiquei contente com o fechamento do livro em si. E contente com o livro também. Uma história linda e inspiradora sobre redescobertas e segundas chances.
  Gostei.
  XOXO





Anne.

Um comentário :

  1. Esse livro me surpreendeu muito, achei que era uma historia bobinha de amor e flores, mas ele se mostrou mais profundo que isso, realmente adorei... é engraçado, romântico e intenso.

    Recomendo :D

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...