Menu Horizontal

25 abril 2015

Resenha: O Lado Feio do Amor (Ugly Love)- Colleen Hoover

  Pra lacrar, Bitcheees!
  Com os dois primeiros livros que li da autora, já queria pegar seu autógrafo na Bienal. Agora simplesmente vou ter que acampar na frente do Riocentro pra ver essa mulher.
  A Editora Galera Record anunciou que lançará o livro aqui no Brasil em setembro desse ano. Abram espaço em suas Wishlists!

Sinopse traduzida:
  Quando tate Collins conhece o piloto de avião Miles Archer, ela sabe que não é amor a primeira vista. Eles nem ao menos se considerariam amigos. A única coisa que Tate e Miles têm em comum é uma inegável atração mútua. Uma vez que seus desejos vem à tona, eles percebem que têm a solução perfeita para a situação. Ele não quer amor, ela não tem tempo para o amor, então sobra o sexo. O acordo deles poderia ser surpreendentemente perfeito, se Tate pudesse se ater às duas únicas regras que Miles tem para ela: 
  Nunca pergunte sobre o passado.
  Não espere por um futuro.
  Eles acham que podem lidar com tudo isso.Corações se infiltram.
  Promessas são quebradas.
  Regras são estilhaçadas.
  O amor fica feio.

Minha nota: 4 estrelas
Páginas: 337 páginas
Série: Volume único.
Editora Átria Books (EUA)

 A sinopse não chama muito a atenção né? Soa como a maioria dos New Adults com os quais estamos acostumados. "Mas então porque você se interessou por ele?" você, meu caro leitor, poderia me perguntar.  A resposta é a foto abaixo:

 photo 1604974_950240708322864_4980817629712510568_n_zpsf807a5e7.jpg

  Essa espécime eximia de ser humano, também chamado de Nick Bateman, interpretará Miles Archer na adaptação do livro. Preciso dizer mais nada né...
  Ainda não temos muitas informações sobre a adaptação, mas em breve atualizaremos vocês.
  Agora, vamos a história...
  Enquanto trabalha na emergência de um hospital e estuda enfermagem, Tate vai morar na casa do irmão Corbin, um piloto de avião. Assim que chega com sua mudança no apartamento do irmão, ela encontra um obstáculo. Um bêbado está desmaiado na porta de Corbin, que está em uma viagem de trabalho. Acontece que o bêbado é amigo dele. Assim, em sua primeira noite na casa nova, Tate tem que arrastar um bêbado pra dentro de apartamento do irmão. E adivinha quem é o meliante? Nick Bat... digo Miles.Os caras que EU encontro bêbados nunca tem essa carinha...
  É aí que começa mais uma história de amor cativante, emocionante, sexy e apaixonante moldada pelas mão da Diva Colleen Hoover.
  Obs: Preparem-se, porque eu vou puxar muuuito o saco da autora.

"O amor nem sempre é bonito. Ás vezes, você fica o tempo todo esperando que, eventualmente, ele se torne algo diferente. Algo melhor. Então, antes que você perceba, você está de volta ao primeiro estágio e perdeu seu coração em algum lugar no meio do caminho"

  Como a Colleen Hoover tem muitos livros bons e mais famosos do que Ugly Love, fiquei curiosa pra saber a razão do escolhido ser esse. E eu descobri.  Logo nas primeiras páginas do livro eu pensei "Nossa, eu vou amar esse livro!". E realmente gostei muito. Esse livro tem cenas perfeitas pro cinema! A cena do Miles alcoolizado, por exemplo, é muito engraçada e ficaria ótima nas telonas.
  Já na relação entre Tate e Miles, eu senti falta daquela magia da Colleen sabe? São um casal com química, paixão... Mas senti falta de um algo mais. Não consegui sentir aquela veracidade, aquela certeza na relação do casal que normalmente sinto com os personagens da autora. Mas isso provavelmente se deve mais às minhas altas expectativas do que qualquer defeito de fato.
  Mas escrita de Colleen, poética e descritiva, faz fluir maravilhosamente a leitura desse romance. Esse talento que ela tem de te tocar com suas palavras, de te fazer sentir, suspirar com suas criações...Nossa Colleen, te amo!

"A dor sempre estará lá.
O medo também.
Mas a dor e o medo não são mais a minha vida. Eles são apenas momentos."


  Quanto aos personagens secundários: eles continuam MA-RA-VI-LHO-SOS.
  O Corbin, por exemplo, e seu papel de "irmão mais velho" mais verídico impossível. Ele é aquele tipo de irmão superprotetor, implicante e irritante que quem não tem quer ter e quem tem diz que quer matar, mas não vive sem meu caso sendo o segundo. Quando ele descobre a relação do Miles com a irmãzinha...

Image and video hosting by TinyPic
Run, Miles! Run!

  E o Cap? A Epítome da Sabedoria, Mestre Supremo dos Conselho e Velhinho "Piloto de Elevadores". Espirituoso e companheiro, ele conseguiu ter uma participação singela mas muito marcante no livro. Sério, é melhor anotar os conselhos desse senhor. 

"Quando a vida te der um limão... saiba muito bem nos olhos de quem você deve espremê-los"
Cap

happy animated GIF

  Os capítulos são intercalados entre o ponto de vista do presente da Tate e um capítulo narrado pelo Miles, seis aos antes, que vai aos poucos explicando as cicatrizes desse personagem. Esse foi um dos aspectos que gostei bastante do livro. Deixou o livro bem interessante, deixou o leitor tenso e ansioso e prendeu minha atenção.
  Embora eu tenha sim  chorado nesse livro, achei que a carga emocional foi menor do que em relação aos outros livros da autora que li (Métrica e Um Caso Perdido). Outra diferença é que esse livro é mais maduro e dedicado a um público mais velho.
  Uma história sobre sorrisos, perdas, lágrimas, culpa e amor. Linda.

"Deus nos dá a feiura para que não tomemos as coisas belas por garantidas"

  Quando vocês terminarem o livros, ou se você já terminou e tá só matando a saudade dessa história  deliciosa, você pode ouvir essa música que, pra mim, é a música do Miles. Para proteger os que ainda não leram, pois a música é um SPOILER gigantesco do fim do livro, selecione com o mouse o trecho a seguir: Small Bump - Ed Sheeran
  Dê uma chance a essa história linda e se emocione também.

PS: Já mencionei que a Colleen Hoover vai estar na Bienal 2015?

Image and video hosting by TinyPic

Outro PS: Caso tenha gostado dessa resenha e queira estar sempre por dentro das novidades do blog, se torne um membro do Pratelivros. Você também pode curtir nossa página do Facebook aqui.
Luv u all, bitches.



Anne.

4 comentários :

  1. Oii
    Eu só li dois livros quer dizer um livro e um e-book da autora, depois de ler ess sua resenha fiquei muito curiosa para ler ele e o Miles parecem ser um personagem muito bom que seduz o leitor, legal saber que vai ter filme.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Denise, tudo bem? Leia sim, esse livro é apaixonante. E o filme, com esse ator maravilhoso de lindo... *suspiros* Tem tudo pra dar certo, né? Haha.
      Beijos.

      Excluir
  2. Oi!
    Este livro entrou hoje na minha lista de "para ler", e acabei de me apaixonar um pouco mais... E, como eu amo spoilers, cliquei no link... É, esse promete...
    Beijos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bia! A Colleen é muito diva, né? Leia O Lado Feio do Amor sim, você não vai se decepcionar.
      Beijoss.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...