Menu Horizontal

12 abril 2015

Resenha: O Protegido - Coleção O Ciclo das Trevas - Peter V. Brett

  Faala, galerinha! Semana enrolada, pouco tempo para ler, mas finalmente estou aqui para postar a resenha de O Protegido! Desde que vi a capa fiquei fissurada pelo livro. Li a sinopse e precisei comprar imediatamente... pena que não estava nem perto da data de lançamento. Agora, não aguento mais esperar pelo próximo.
  Mas vamos ao que interessa!


Sinopse:
Ao cair da noite, eles surgem por todos os lados, famintos por carne humana, demônios de areia, de vento e até de pedra, conhecidos como terraítas. Depois de séculos, a humanidade definhou e se tornou refém da escuridão. Arlen, Leesha e Rojer, jovens sobreviventes, atrevem-se a lutar e encarar as trevas. O jovem Arlen recebe os ensinamentos de um mensageiro e descobre que o medo, mais que os demônios, é o mal a ser combatido. Leesha tem a vida destruída por uma simples mentira e se torna ajudante de uma velha e misteriosa ervanária. E o destino de Rojer muda para sempre quando um menestrel chega à sua vila com uma rabeca. Juntos, eles podem oferecer ao mundo uma última, e fugaz, chance de sobrevivência.





Editora: DarkSide Books
Nº de páginas: 514

  INCRÍVEL!
  Não sou fã de Senhor dos Anéis, nem mesmo gosto, mas assisti aos filmes e, pelo que dizem, o autor é um mestre... pois me atrevo a dizer: Peter V. Brett chega tão perto que os dois estão separados por um fio de navalha! Que escrita leve, com descrições precisas e que nos fazem imaginar claramente o cenário. Quando li o comentário do mestre Paul Anderson (Resident Evil), fiquei pensando que ele poderia estar exagerando. Afinal, nunca se sabe, né? Mas me impressionei verdadeiramente.
  Normalmente tenho certo preconceito com capítulos grandes. Tenho TOC e não consigo parar no meio, mesmo se for uma pausa. Os capítulos de O Protegido podem ser bem longos, mas uma surpresa: você nem vê as páginas passarem. Outro ponto que gosto muito, mas não afeta necessariamente a história: divisão em partes. Acho que já contei isso antes, só que não custa nada repetir.
  Ah, nem preciso  mencionar a capa dura!


   O.k, vou acalmar meus ânimos e comentar sobre a história...

  Arlen, Leesha, Rojer. Três jovens com nada e tudo em comum, ao mesmo tempo. Num mundo onde os habitantes parecem não ver outra alternativa senão permanecer dentro das proteções, à salvo dos terraítas, os três provarão o contrário.
  Arlen vislumbrou a covardia do pai, que resultou em um final terrível. Leesha teve a vida arruinada por uma vã mentira, que destruiu sua honra. E Rojer recebeu um golpe irreparável, que virou seu mundo de cabeça para baixo.
  Leesha é acolhida por Bruna, a ervanária de sua vila - a única que confia nela -, e a torna sua aprendiz. Arlen aventura-se sozinho pelas escuras florestas até encontrar um dos homens que mais admira: o mensageiro Ragen. Já Rojer, que em sua tragédia tinha apenas 3 anos, ganha como pai o menestrel Cantadoce.
  Após anos, os três não são mais crianças indefesas. Rojer toca a rabeca com maestria, Leesha é uma das melhores ervanárias depois de Bruna, e Arlen está a poucos passos de se tornar um mensageiro. Só que nem tudo são rosas. Cada um deles enfrenta um desafio, que os separa de seus entes queridos, fazendo-os vagar sozinhos e encarar o perigo - lê-se terraítas - de frente.
 Apesar das adversidades, em meio à solidão e ao medo, eles descobrirão que os monstros podem ser derrotados, mas também tomarão consciência de que o único perigo não são somente os terraítas, mas também os próprios humanos...
  
  Com certeza um dos melhores livros que já li e vou ler em 2015. Sim, virei mãe-diná.
  Entrou para os meus queridinhos. Ah, caso estejam se perguntando, é uma série composta por cinco livros. Ou seja: baby, ainda tem muita coisa boa por vir!
  É um mundo, mundo, vasto mundo, que não se chama Raimundo, mas que, ao contrário do poema, tem solução. E é o que anseio ler... sabe Deus quando.
  As lutas  são incríveis, principalmente uma que ocorre em Krasia e que, infelizmente, eu não posso comentar aqui porque será spoiler :D Minha personagem favorita é a Bruna, com certeza. É uma velha sarcástica e sem noção, que bota todo mundo para correr, mas que, apesar do exterior cascudo, é mole, mole por dentro.

  Bom, por hoje é só.
  Espero que tenham gostado e, sério, vale muito a pena.

Caso vocês ainda estejam em dúvida, vou ajudá-los:

Se é bom?

Se você deve comprar?

E, se mesmo depois dessa resenha maravilhosa - cof cof-, você ainda não está convencido...

2 comentários :

  1. Engoli o livro em três dias... gostei muito, pena que o segundo ainda tá muito caro, mas em breve eu compro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é realmente maravilhoso, né? Eu dei sorte que ganhei de presente da editora, está na minha lista. Até o final do ano sai resenha dele...

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...