Menu Horizontal

10 março 2015

Resenha: Um Caso Perdido - Colleen Hoover

"Fodam-se todas as primeiras vezes, Sky. A única coisa que importa para mim com você são os para sempre."

Um Caso Perdido
Sinopse: 

  Às vezes, descobrir a verdade pode te deixar com menos esperança do que acreditar em mentiras...
  Em seu último ano de escola, Sky conhece Dean Holder, um rapaz com uma reputação capaz de rivalizar com a dela. Em um único encontro, ele conseguiu amedrontá-la e cativá-la. E algo nele faz com que memórias de seu passado conturbado comecem a voltar, mesmo depois de todo o trabalho que teve para enterrá-las. Mas o misterioso Holder também tem sua parcela de segredos e quando eles são revelados, a vida de Sky muda drasticamente.


Minha nota: 4 estrelas
Páginas: 384 páginas
Editora Galera Record



  Sky foi adotada bem nova e não possui muitas lembranças de sua vida antes de Karen, sua nova mãe. Ela estuda em casa desde pequena e não possui quase nenhum contato com tecnologia ( já que celulares, TV e computadores são proibidos em sua casa).

"O que você faz quando fica entediada? Você não tem internet nem Tv. Você só fica sentada por aí o dia inteiro e pensa no quão gostoso eu sou?"
Holder

 Sua única amiga é Six, sua vizinha. Six consegue convencer Sky a se matricular num colégio público no terceiro ano do E.M. Mas quando sua melhor amiga parte para uma viagem de seis meses para a Itália, resta a Sky enfrentar a escola sozinha e se acostumar com essa nova realidade. Acontece que essa não será uma tarefa fácil. Por conta da sua amizade com Six (que não se negava os "prazeres da carne", digamos assim) e da quantidade de garotos com quem já ficou (garotos por quem ela nunca se sentiu atraída), Sky já leva uma má reputação para seu primeiro dia de aula.


  Outra pessoa com uma reputação duvidosa é Holder. Sky o conhece numa loja de conveniência e é atacada por uma série de perguntas desse misterioso rapaz que tanto a afeta. O primeiro cara por quem ela realmente se sente atraída e ele está fora dos limites. Acontece que os rumores sobre Dean Holder são bem preocupantes: no ano anterior ele atacou um estudante gay de seu antigo colégio, batendo no garoto até que estivesse quase morto. Maaaaaas...

8gif Easy A animated GIF

...Holder não é só o garoto zangado que esse rumores descrevem. Conforme Sky vai descobrindo outros lados dele, ela percebe que pode ser muito mais difícil do que imaginava se manter longe desse caso perdido trocadilho.

"Dean Holder? Cabelo castanho bagunçado? Olhos azuis ardentes? Um temperamento direto de "Clube da Luta"?

  Confesso que não esperava muito desse livro. Mas... UAU. Pensei que seria mais uma história de amor adolescente superficial, daquelas que você acabou de ler e já começa a se esquecer. Mas tenho que dizer: essa história não tem nada de superficial. E vai demorar um tempo pra eu começar a esquecer da Sky e do Holder. Tipo uns 45 anos. 


   Eu realmente me emocionei com esse livro. Desde o passado da Sky que vai se revelando aos poucos até a relação dela com o Dean, tudo isso foi demais pro meu coraçãozinho. Eu já gostava da Sky desde o começo do livro (adorei a atitude dela com relação aos rumores) mas conforme eu fui aprendendo mais sobre o que ela teve que passar, ela foi  ganhando minha admiração, o que não costuma acontecer nesse tipo de livro. Nós vamos percebendo o quão forte ela é. A guerreira que ela teve que se tornar.

"Todo sorriso que vejo no seu rosto me deixa embasbacado, pois sei de quanta coragem e força você precisou quando criança para garantir que essa sua parte permanecesse viva. E sua risada? Meu Deus, Sky. Pense no tanto de coragem que foi preciso para voltar a rir depois de tudo que lhe aconteceu."
Holder



holding hands



  E o Holder... *suspiros* Ignorando as tendencias perseguidoras dele, ele é maravilhoso. A amizade e o companheirismo entre ele e a Sky é um dos meus aspectos favoritos no livro. O suporte incondicional que ele oferece a Sky me emocionou. Esse livro tem uma carga emocional bem pesada e o Holder sempre estava lá pra clarear a atmosfera e te fazer sorrir...Quer dizer, fazer a Sky sorrir.

"Você queria lamber minha cara a primeira vez que você me viu? É isso qie você normalmente faz quando está atraída por um cara?"
Eu balanço a cabeça. "Não a sua cara. Sua covinha. E não. Você é o único cara que eu tive impulso de lamber." Ele sorri pra mim confiante "Bom. Porque você é a única garota que eu tive o impulso de amar" 


  Depois de umas 70 páginas, eu achei que já tinha desvendado o livro todo. Aí eu pensei "Tudo bem, o romance é legal, a mulher não é nenhuma Agatha Christie...". Mas de repente...


  Não, não era tão simples assim. 
  E aqui estou eu, várias lágrimas depois, super feliz em ter lido esse livro.
  Me apaixonei pela Sky, sua história e força, pelo Holder e seu companherismo e pela Colleen Hoover e sua genialidade. Depois de ler esse livro com personagens tão magistralmente construídos e uma história tão tocante, virei fã. Já quero começar o outro livro da autora, Métrica.

"É real Six. Você não pode ficar brava com um final real. Alguns deles são feios. São os falsos felizes para sempre que deveriam te irritar" 

  Um livro que se destaca em meio aos New Adults da vida. Recomendo
  XOXO




Anne.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...