Menu Horizontal

06 fevereiro 2015

Resenha: Sussurro - Hush Hush

Hey, ho, let's go!
 Hush Hush. Não, não é aquela música das Pussycat Dolls, e sim o romance escrito pela divosa tia Becca Fitzpatrick! Como é um livro muito especial para mim e minha bff, Anne, viemos em conjunto fazer essa resenha para vocês. Se você é Husher como nós, aproveite. Se não é, aproveite do mesmo jeito, quem sabe não entre para o clube (espero que sim \o/).
  Vai funcionar assim: eu, Gabi, vou escrever em preto, e a Anne, em roxo. Desse jeito fica mais fácil de vocês saberem quem está falando. Combinado?
  Sussurro, o primeiro livro da saga, foi também o primeiro livro que ganhei, que realmente quis ler. Ainda lembro de abrir aquele embrulho de natal e dar de cara com meu Patch lindo e maravilhoso. Foi amor à primeira vista. Em outras palavras: o Patch é meu, bitches! Sintam-se avisadas.
  Li em três dias, porque ainda não era acostumada, e, claro, tive que viciar as minhas amigas também... e vou fazer o mesmo com vocês *-*
  Mas vamos ao que interessa!

Sinopse: Entrar em um relacionamento não era exatamente parte dos planos de Nora Grey. Embora sua melhor amiga, Vee, vivesse empurrando garotos para cima dela, Nora nunca se sentiu atraída por nenhum deles. Pelo menos até a chegada de Patch. Seduzida por seu sorriso despretensioso e pelo olhar que parece enxergar através dela, Nora se sente incapaz de pensar com clareza. É quando uma sucessão de acontecimentos assustadores começa a cercá-la. Ao mesmo tempo, Patch parece surgir em todos os lugares, e mostra que conhece absolutamente tudo sobre sua vida. Para Nora, é impossível decidir entre atirar-se nos braços dele ou fugir do perigo que o ronda.
   Na busca de respostas, ela se aproxima de uma verdade que pode ser ainda mais avassaladora que qualquer das emoções que Patch a faz sentir. De repente, Nora está no centro da eterna batalha travada entre anjos caídos e seres imortais - e quando chegar a hora de escolher um lado, a decisão errada poderá custar a sua própria vida.


Editora: Intrínseca
Nº de páginas: 259

  Bom, como posso começar... É minha série favorita. Ponto final, já posso publicar o post.
 A sinopse é bem explicativa, por isso vamos nos conter para não dar spoilers. Se for o caso, avisamos, ok?
  A história começa numa aula de Biologia. Nora entra na sala e encontra uma boneca Barbie de braços dados com um Ken, misteriosamente colados no quadro-negro. Os bonecos estariam completamente nus se não fossem as diminutas folhas artificiais cobrindo certos lugares estratégicos. Rabiscada em giz rosa, está a seguinte frase:

Bem-vindos à reprodução humana (sexo)

  A partir daí, meu mundo virou de cabeça para baixo.
  Nora costumava sentar com sua bem-humorada melhor amiga, Vee Sky. Porém, acontece uma reviravolta do destino: o técnico McConaughy, que usa as aulas de biologia como um bico para compensar seu salário de treinador de basquete universitário, decide que todos os alunos precisam trocar os seus parceiros. Enquanto Vee vai para o fundo da sala, Nora ganha como parceiro o misterioso aluno novo: Patch.


  Senhoras e senhores, apresento-lhes minha primeira paixão literária: Patch Cipriano.


   

  Na verdade esse é o Drew Doyan, modelo que faz as capas da série. Mas ele é o Patch ideal de metade das Hushers, meu e da Gabi inclusive, e os motivos são bem óbvios né?

Image and video hosting by TinyPic

  Foco.
  Por que amamos o Patch? Ele é lindo, misterioso, sexy, ótimo professor de sinuca, lindo, dirige uma moto,cozinha, é lindo.Já deu pra ter uma ideia né ? E o senso de humor dele? Delicioso.


"O que você está fazendo vadiando num cemitério?"Rixon disse
"Pensando"
"Pensando?"
"Um processo no qual eu uso meu cérebro para tomar decisões racionais"
Patch

  Viu? Tem alguma coisa mais charmosa que sarcasmo? Não tem como não amá-lo.

  E é claro, além de amarmos o Patch na mesma medida... odiamos a porca anoréxica mais bitch de todos os tempos: Marcie Millar. Ela é a riquinha, chata, se acha a dona do Universo, quer sacanear a Vee e a Nora o tempo todo e o pior: dá em cima do Patch! Como alguém pode ser tantas coisas ruins em um só personagem, minha gente? Acho que eu só a odiaria mais se ela parecesse com a Kristen Stewart.

Alguém disse Marcie Millar?

  Mas a Nora não aceita merda da MM não, queridos, ela revida na mesma moeda.

“Foi legal falar com você, mas há muitas coisas que eu preferia estar fazendo. Tipo enfiar minha mão no triturador de lixo." 
Nora

  Vocês sabem como eu me sinto sobre sarcasmo, né? Amoooo. Com a Nora é sempre assim, ela não aceita merda de ninguém, muito menos do Patch.
  Na verdade, no início ela evita a atração que sente por ele, porque ele emite uma aura, digamos assim, perigosa.
  Além disso, eles não se dão lá muito bem, e o Patch sabe como tirar alguém do sério. Mas como eu já deixei, bem claro, ele é lindo.

"Ele desligou na minha cara. Eu encarei o telefone sem acreditar. Então arranquei uma folha de papel do meu caderno. Escrevi Babaca na primeira linha. Na linha de baixo acrescentei:  Fuma cigarros. Provavelmente morrerá de câncer de pulmão. Espero que logo. Excelente forma física...
Eu imediatamente rabisquei a última observação até ficar ilegível"
Nora

   Ele é meio que um stalker, mas é muito bom de papo.

  " Também está com um perfume gostoso" disse Patch.
  "Chama-se chuveiro." Eu estava com um olhar fixo à minha frente. Quando ele não respondeu, virei-me de lado. "Sabão. Xampu. Água quente."
     "Nua. Sei como é."

Image and video hosting by TinyPic
Efeito Patch Cipriano em fêmeas humanas.

  Omg *-* Por que tão perfeito? Se bem que se um cara que não fosse o Patch falasse isso para mim, não sei como reagiria... mas enfim.
  Não podemos esquecer da melhor melhor amiga de todos os tempos: Vee Sky. Ela é super engraçada e sem noção. Não gosta muito do Patch, mas ajuda a Nora a ficar o espionando, para poder descobrir que segredos ele esconde.
   SPOILER MONSTRO Ela e o Scott - uma amigo da Nora que antes gostava dela - são um dos casais mais fofos que eu já vi... Pena que a tia Becca o MATA no último livro. Ai, que raiva dessa mulher! Mentira, ela é a minha razão de escrever.FIM DO SPOILER MONSTRO.
MI3UdNq  Ela ama donuts, algo que temos em comum, e nunca deixa a Nora na mão. Todas merecemos uma amiga que nem ela, e posso dizer que eu tenho. Momento fofa, bitch.

Luv u too, bitch. E aí vocês me perguntam: cadê o romance? Cadê a pegação? Queridos, Hush Hush tem tudo isso de sobra. Patch vai ganhando Nora aos poucos e, dá pra ver né, as leitoras também. Mas não é só romance. Tá, tem bastante romance, mas Tia Becca colocou umas partes de ação e suspense e, admito,algumas partes de suspense me deram um medinho de leve (trauma de máscaras de esqui para todo sempre, além de adeus Bariloche ). Perfeição em forma de livro. A Intrínseca tá de parabéns pela edição também.


"Você é minha, Anjo. E eu não vou deixar nada mudar isso"

  Um oferecimento de Patch Cipriano: o único cara que consegue chamar uma menina de anjo sem parecer um babaca.
  Acreditem, é verdade. Tentei fazer um garoto me chamar de anjo, ele ficou colocando no feminino e não teve o mesmo glamour. Obrigada, tia Becca, por me fazer sonhar alto demais -.-
  Bitch, estamos juntas com relação aos medinhos. Deus me livre. Imagino agora com Black Ice, que é um suspense in natura.

 Por hoje, é só.
 Espero que tenham se divertido e semana que vem tem resenha de Crescendo, segundo livro da série. Venham para o lado Patch da vida, babies.

Até a próxima, bitches!
XOXO

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...