Menu Horizontal

06 fevereiro 2015

Resenha: A Morte de Sarai - J. A. Redmerski

    Heeey!

  Eu sei que a autora já é famosa pela série Entre o Agora e o Nunca, mas, embora esses livros sempre tenham chamado minha atenção amoooo romances, esse foi o primeiro livro dela que li. E tenho que dizer, ela não me decepcionou. Estou ainda mais ansiosa pelos outros livros da J. A.

Sinopse:
  Sarai tinha apenas quatorze anos quando sua mãe a levou para viver no México em um quartel de drogas. Com o tempo ela se esqueceu o que era ter uma vida normal, mas nunca deixou de lado a esperança de escapar do complexo onde ficou presa nos últimos nove anos. 
  Victor é um assassino a sangue frio que, como Sarai, somente conheceu a morte e a violência desde criança. Quando Victor chega ao complexo para recolher dados e aplicar um golpe, Sarai o vê como uma chance para escapar. Mas as coisas não acontecem como previsto e em vez de se encontrar a caminho de Tucson, ela se livra de um homem perigoso para cair em cilada de outro. Enquanto fogem, Victor se distancia de sua natureza primitiva enquanto sucumbe a sua consciência e decide ajudar Sarai. A medida que ficam próximos, ele se encontra disposto a arriscar tudo para mantê-la com vida, inclusive sua relação com seu irmão e seu contato, Niklas, que agora, como todos os outros, quer Sarai morta. Enquanto Victor e Sarai lentamente constroem uma confiança entre eles, as diferenças parecem diminuir, e uma atração pouco provável se intensifica. Entretanto, as habilidades e experiência de Victor podem não se suficientes para salvá-la, enquanto o poder que ela tem sobre ele pode ser o que colocará fim a sua vida.

Minha nota: 4 estrelas
Páginas:390

  UAU! Só a capa já nos provoca essa reação. A cena do sangue nas mãos da modelo é bem forte. Aliás, esse é um ótimo adjetivo para o livro: forte. Se com essa capa você ainda acha que esse livro é o clichê "mocinho salva mocinha, se casam e vivem felizes para sempre com um chihuahua e um dálmata",deixa eu esclarecer:

Image and video hosting by TinyPic

  Compreendes? Durante o livro é uma merda atrás da outra, nada de FPS. A autora não tem medo de matar a sangue frio os personagens. Tem cenas eletrizantes de tiroteios e cenas tocantes. E principalmente,esse é um livro onde os protagonistas estão longe de serem mocinhos.

"Eu preciso da sua ajuda... Eu sou prisioneira do Javier desde que eu tinha 14 anos"
"E você acha que eu vou ajudar porque também sou americano?" ele simplesmente disse.
Eu hesitei antes de responder, "E-Eu...por que você não ajudaria?
"Não é o meu trabalho interferir"
"Então qual é o seu trabalho?" eu perguntei com traços de repugnância "Assassinar pessoas a sangue frio?"
"Sim"

Image and video hosting by TinyPic

  Raramente se vê personagens tão densos com esses. Grande parte do livro são só a Sarai e o Viktor. Nós tentamos entende-los, mas não dá. Não completamente. Os dois são quebrados em lugares irreparáveis. São personagens fortes. Viktor é um home frio, misterioso, complexo e determinado a cumprir seu trabalho. Muitos autores fazem transplante de personalidade nos personagens depois que se apaixonam. Não é o caso. Durante o livro, não vemos o antigo Viktor desaparecer, mas vemos reaparecer lados dele que se perderam por causa das coisas pelas quais ele passou.
"Isso vai contra tudo que eu sou, Sarai" ele diz e então me beija."Não, não vai" eu sussurro e o beijo de volta "Esse é você tornando-se mais quem realmente é" 
 O mesmo com Sarai. Eu não poderia descrevê-la melhor que isso:

"Linda, mas derrotada e quebrada. Quebrada pelo resto de sua vidae nem toda multilação emocional dom mundo vai trazer de volta asua inocência. A garota é uma bomba relógio, o perigo para si mesma e muito possivelmente para os outros. Ele é mais instável do que eu poderia ter imaginado.E porque ela é tão boa em esconder isso, não só de mim, mas dela mesma, ela é ainda mais perigosa do que eu"
Viktor

  Não vou contar mais nada sobre a história - a sinopse já diz MAIS do que suficiente. Senti um pouco de spoiler no final. Vou me ater a minhas impressões sobre o livro.
  Maestralmente construído, prende sua atenção a cada página virada. É um misto de ação, romance, suspense e drama. E o final? Meu Deus, que final. Não sei o que esperar do próximo volume da série, mas estou ansiosíssima.
  J. A. realmente me ganhou com esse livro.

Até a próxima, Bitches!

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...