Menu Horizontal

19 janeiro 2015

Resenha: Você é o Próximo - Gregg Hurwitz


  Oiii, cá estou de novo, mas dessa vez para falar de um romance policial que eu particularmente amo. Admito que nem li direito a sinopse quando comprei. Foi uma questão de impulso, mas a causa foi mais nobre do que meu vício incontrolável... Tá bom, na verdade, não foi. Sabe quando uma capa chama a sua atenção e você só precisa ler aquelas chamadas ou então comentários de jornais super importantes, e então simplesmente é obrigada a comprar? Caso não, foi o que aconteceu entre mim e Você é o Próximo.

  Mas vamos ao que interessa!


Sinopse:  
Mike Wingate teve uma infância difícil: aos 4 anos, foi abandonado em um parque e mandado para um lar adotivo. Ninguém nunca apareceu para buscá-lo e ele tem apenas algumas lembranças esparsas e fragmentadas de seus pais. Agora, já adulto, ele leva a vida que sempre sonhou: é casado com uma mulher maravilhosa, tem uma linda filha de 8 anos e a empresa de construção civil está prestes a terminar um condomínio de casas ecologicamente sustentáveis que garantirá um futuro sólido para todos eles. Então o inimaginável acontece: Mike depara com demônios de um passado do qual nem mesmo se lembra. Dois sujeitos cruéis surgem do nada e começam a ameaçar não somente a ele, mas também sua família. Quando as intimidações se transformam em ataques violentos, o instinto de sobrevivência passa a ser o único combustível de Mike e ele recorre a um aliado dos velhos tempos, um sujeito muito perigoso – e seu único amigo verdadeiro. Juntos, os dois farão o que for preciso para manter Mike, a esposa e a filha a salvo de seus inimigos implacáveis. 


Editora: Arqueiro
N° de páginas: 368


  O livro se inicia com o passado de Mike Wingate, no dia em que seu pai o deixou em um parque e nunca mais voltou. Por conta da sorte, o menino conseguiu ser mandado para um lar adotivo. Bem, talvez nem tanta sorte assim. O reformatório em Shade Lane não podia ser considerado o melhor lugar para se viver. A "Mamãe do Sofá", como Mike e os demais garotos se referem à mulher que cuida deles, também não é a mais apta para o trabalho. Mike passa quase todo o tempo livre olhando pela janela à espera do pai, que nunca retorna. Lá, ele vê os novatos sofrerem nas mãos de Dubronsky e seus companheiros, mas um deles chama a sua atenção: Shep. O menino, magricela e menor do que Mike, sabe como tirá-los do sério, aproveitando-se de sua surdez parcial. O que mais chama a atenção de Mike é o orgulho e força de vontade do futuro melhor amigo, que, mesmo apanhando diariamente, nunca tira o sorriso convencido do rosto. Eles crescem e aventuram-se juntos, veem um no outro o irmão que desejavam. Tornam-se inseparáveis... pelo menos até Mike conhecer Annabel. Ex-vagabundo, ele decide tomar outro rumo na sua vida e isso acaba o separando do melhor amigo, principalmente por Annabel não apreciar nem um pouco Shep.
  Ela e Mike se casam e têm uma filha chamada Katherine, a causa de seu projeto sustentável chamado Vale Verde, onde o condomínio seria construído à base de materiais 100% não-danosos ao meio-ambiente.
  Mas precisa ter história, né, gente? 
 Os problemas começam aí. Mike descobre que instalaram canos PVC (super prejudicial ao ecossistema, caso não saibam), quando o projeto está prestes a ser inaugurado, com direito à presença do governador. Ele então entra em um dilema: conta tudo, troca os canos e carrega uma dívida de milhões mais a desconfiança de todos, ou finge que nada aconteceu e convive com o fardo de mentir sobre o projeto da sua vida, e o pior, para sua filha?
  A resposta: ele enfia tudo por debaixo dos panos. Viva à malandragem.
  Porém, não é bem assim.
 Apesar dele querer fazer a coisa certa, a pressão do governador, mais a estabilidade financeira e a preocupação com a sua imagem o fazem sucumbir ao lado negro da força.
  A partir daí, tudo desanda completamente. No dia da grande apresentação do "Vale Verde", Mike percebe que está sendo observado. Ele começa a ser perseguido e ameaçado, e acha que é por causa da sua "pequena fraude", mas descobre que esse é o menor dos seus problemas. Sem poder contar com a ajuda da polícia, ele entra em contato com Shep, após anos sem se falarem, e juntos vão batalhar para descobrir o que está acontecendo ao mesmo tempo em que tentam se manter longe das garras de seus perseguidores. 
  E sobreviver.

  Você é o Próximo está na minha lista de melhores livros já lidos. A narrativa é carregada e você consegue sentir a tensão crescer a cada página virada. Gregg Hurwitz nos obriga a ter uma conexão com os personagens e em dado momento eu estava quase gritando ordens para o Mike. O melhor de tudo é que não dá para descobrir o porquê de estarem atrás dele. Você vasculha pelo passado, pelo livro inteiro, mas nada. Nenhuma dica visível. Para aqueles que conhecem e gostam - como não? - dos livros de autores como Harlan Coben e Agatha Christie, Você é o próximo é super recomendado. Claro que tem a questão do porte de armas e de como o Mike e o Shep são os fodões, sempre conseguindo escapar, mas isso não pesa muito, porque o livro é sem dúvida muito mais do que dois caras saindo de situações difíceis.


  Espero que tenham gostado e, como puderam ver, não entrei muito na obra, porque ia acabar soltando vááaários spoilers e vocês iriam querer me matar. Se você nunca ouviu falar do senhor Hurwitz, ou ouviu e não deu muita bola, entenda uma única coisa: não sabe o que está perdendo!
  Por hoje, é isso. Pegue o livro e mergulhe de cabeça. Você é o próximo a se viciar. (Nossa, que piadinha ridícula).
  Até a próxima resenha, bitches! XOXO

4 comentários :

  1. Oie Gabi,
    Voce e o Proximo parece ser um livro muito bom
    Adorei a capa, super top heh
    Adorei a resenha <3
    Beijinhos

    Kworldofbooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Katelyn!
      Que bom que gostou, e o livro é muito bom mesmo. Estou terminando mais um do Gregg e já devo postar uma resenha. Vale a pena.
      Vou dar uma olhada no seu blog. Beijoos

      Excluir
  2. Eu comecei a ler esse livro essa semana, estou na pagina 30 e estou amando a forma que esta fluindo a leitura. O livro tem a dose certa de suspense que me prende e faz sempre querer mais, uma historia bem construída (até onde eu vi) e isso que me pegou de jeito. Espero não me decepcionar no fim dele. Adorei o seu blog e já está nos meus favoritos.

    Meu Blog: www.umcontainer.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii!
      Já deixo adiantado que não irá se decepcionar. Eu amo os livros e a escrita do Gregg. Conhece outros dele, como Você é o Próximo? Também vale muito a pena ;)

      Beijos!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...